Secretário diz que Av. 23 de Maio
é apenas alternativa para blocos

 

Para Fábio Lepique, “o próprio momento da Vila Madalena” é que atrai um público muito grande, não os pequenos blocos.

O secretário adjunto das Prefeituras Regionais, Fabio Lepique, afirmou nesta sexta-feira (20.10) que os cordões carnavalescos não precisarão necessariamente trocar seu trajeto e que a Avenida 23 de Maio é apenas uma alternativa para grandes blocos.

“É uma opção para grandes blocos da cidade, mas não de maneira obrigatória e sim voluntária, mas é também uma ideia para trazer grandes blocos de fora de São Paulo”, afirmou, depois de  uma reunião de três horas com representantes dos blocos de rua.

Quanto à Vila Madalena, o secretário comentou:

“Ter desfiles de blocos na Vila Madalena é uma decisão que cabe ao prefeito, principalmente ao prefeito regional, Paulo Mathias. Mas
a verdade é que já não há grandes blocos no bairro – disse ele.

No dia 11 de outubro, o prefeito João Doria garantiu que o
carnaval de rua vai deixar de vez o bairro.

“A Vila já deu o que tinha que dar, ou seja, ela se tornou pequena para o tamanho, para a dimensão que ganhou o carnaval de São Paulo” declarou.

Segundo ele, “não há condições físicas, nem de segurança, nem de respeito aos moradores que ali residem para manter o carnaval; as ruas estreitas, tortuosas, altas e baixas não têm capacidade de abrigar um volume tão grande de público”.

 

Conteúdo: G1

Novo ‘Dia’ no bairro

Os supermercados Dia estão abrindo mais uma unidade na Vila Madalena, nesta sexta-feira (13.10), à Rua Fradique Coutinho, 1258.

É a segunda loja da rede no bairro – a primeira, na Rua Purpurina, já funciona há anos.

Obra polêmica na Jericó

Canteiros cimentados no passeio da Rua Jericó

Funcionários da Prefeitura concretaram dois canteiros da calçada da Rua Jericó aparentemente por engano, há cerca de duas semanas.

Informaram à conselheira Beatriz Torres que tinham ordem da SPTrans para fazer o trabalho, pois o ponto de ônibus de Jericó seria transferido para aquele local.

Beatriz consultou a Prefeitura Regional, que lhe informou, entretanto, que por ser ao lado do estacionamento do Maximiliano, seria irregular ter ponto de ônibus ali.

Segundo ela, aparentemente, foi feita uma obra sem sentido, desperdiçando dinheiro público e eliminando os canteiros de terra do passeio em frente ao Max.

Procuradas por este blogue, a SPTrans e a CET não responderam.

Mais um espigão na Rodésia?

 

Uma grande incorporadora estaria assediando proprietários de todos os imóveis da Rua Rodésia que se localizam entre o prédio da esquina com a Rua Harmonia até a Padaria Rodésia.

É o que comentam vizinhos do local, segundo os quais essa empresa seria a Even, que teria a intenção de erguer ali outro edifício nos mesmos moldes dos seus empreendimentos das ruas Harmonia e Girassol.

Em princípio, comentam os vizinhos, os proprietários dos sobrados da frente parecem dispostos a aceitar a oferta, que é alta, mas os donos das casas da vilinha que fica atrás desses imóveis não pretenderiam se desfazer de suas casas.

 

 

Vila sem Carnaval, promete Dória

 

Carnaval na Rua Girassol

O prefeito João Dória afirmou esta semana em entrevista à Rádio Trianon que o carnaval de rua de São Paulo não será mais realizado na região da Vila Madalena.

Os desfiles dos grandes blocos serão todos transferidos para a Avenida 23 de Maio.

“A Vila já deu o que tinha que dar; é um bairro residencial e sempre sai machucada dos carnavais”, disse o prefeito.

No caso do pequenos blocos tradicionais de bairro, serão estudados caso a caso pelas prefeituras regionais.

Latrocínio na Isabel de Castela

O jornalista Oswaldo Ribas, 64 anos (foto), morreu na manhã desta quarta-feira (11.10) após ser baleado durante um assalto na Rua Isabel de Castela, Vila Beatriz.

Há cerca de 20 dias, um estudante também foi assassinado por assaltantes perto dali, na Rua Pascoal Vita.

Ribas esperava o ônibus no ponto, quando os assaltantes o atacaram.

Roupas e objetos militares
em exposição na Rodésia

Frente da ‘V-Military Vintage Surplus’, onde ocorrerá o evento.

Será realizada neste domingo (08.10) a  2ª edição do Military Collectables Market, encontro regional promovido por representantes da comunidade de militaria da Cidade de São Paulo.

O evento ocorrerá das 10h às 18h no “V-Military Vintage Surplus”, uma das mais tradicionais lojas de coleções militares de São Paulo. que fica na Rua Rodésia, 74,

Entre os expositores, estará o colecionador Anderson Lopes Rodrigo que apresentará em manequins uma seleção de uniformes da PM paulista das décadas de 70 e 80.

Parte da arrecadação do evento será revertida para a Associação Nacional dos Veteranos da FEB de São Bernardo do Campo.

 

Tarde literária infantil

Fábio Quinteiro

A Livraria da Vila da Fradique Coutinho e a Brinque-Book promovem neste sábado (07.10) uma tarde literária infantil, com seis horas de atrações pensadas especialmente nas crianças e famílias.

Terá show musical, contações de histórias, bate-papo com autores e oficina de ilustração, além de sessão de autógrafos para os lançamentos.

Quem participar vai poder levar para casa marca-páginas, bottons e tirar uma foto de recordação.

Laurabeatriz

Além disso, todos os livros da Brinque-Book e da Escarlate terão 20% de desconto ali na Livraria.

Heloisa Prieto, Ilan Brenman, Fernando Vilela, Fábio Quinteiro e Laurabeatriz  estão entre os convidados do evento.